More sozinho, mas não vá muito longe...


Outro dia, conversando com um jovem recém chegado nesta que chamamos de vida adulta, ouvi um relato incomodado por ainda estar morando com a família; queria liberdade e privacidade; queria lavar a louça a qualquer hora ou nem lavar e não se preocupar com a roupa suja. Claro, sei que em inúmeras famílias as relações são delicadas e estar longe é até mais saudável, mas aqui, refiro-me ao desejado lugar comum onde as pessoas se respeitam. Sobre o jovem, ele disse que eu não sabia o que era difícil porque não morava mais na casa da família. Sim, não mais, porém, já estive neste lugar.

E todos nós já desejamos - em segredo - o desaparecimento momentâneo de alguns membros da família... Até que sentimos saudades e nem sempre assumimos. Sim, é bem verdade que esta saudade mobiliza-se quando percebemos que o café não se faz sozinho, a louça não é descartável e, portanto, precisa ser lavada para que você possa servir um alimento agradável num prato que não vai se rasgar... E a roupa - isso é mesmo triste - precisa ser limpa semanalmente e, algumas vezes, até costurada (tragédia para quem usa camisa de botões). Quem fará isto, senão, você mesmo ou serviços terceirizados, quando não se tem um familiar que se importa com você por perto? Custa tempo e dinheiro, nem sempre sobrando.

Sair de casa e a vida será perfeita: uma cilada. A distância nem sempre permite encontros trimestrais, quiçá mensais, pois há horário para chegar e partir. A vida adulta nos engaiola; compromissos, tempos de urgência, planos e prazos; a louça, a roupa, os botões, a alimentação... Crescer e amadurecer nos exige equilíbrio, que é aprendizado diário e, portanto, precisamos da família para estabelecer e estabilizar nossos excessos. 

Sim, sugiro que você saia de casa, assim que for possível e saudável: estudo, trabalho, casamento... É muito bom construir a própria rotina. Mas aqui vai a cereja do bolo: não se afaste demais: 50 metros é suficiente; ok, 100 metros no máximo. Afinal, não há contra-indicações para bons afetos... E claro, é sempre bem-vindo, um apoio humano na tão sonhada rotina independente. 

PS: Tem uma louça suja e indesejada me encarando e eu fiz a unha pra tentar adiar... Quem nunca? Hahaaa.

Leia Mais

E se, no mundo, só existissem mulheres?


No dia internacional da mulher, escrevo para todos, pois acredito que um entendimento positivo precisa alcançar pessoas, independente de gênero. 

Num dia onde nós, mulheres, receberemos elogios, flores, mensagens e ações diversas, gostaria de conversar sobre um mundo sem homens. Mas por que? Porque ouço e percebo que há uma grande voz social atuando com exclusões de gênero desnecessárias - considerando as minhas reflexões sobre o assunto. Ser mulher não significa afastar outras pessoas (neste caso, homens) pois a nossa vida, por vezes é um slickline (modalidade esportiva na qual o objetivo é a manutenção do equilíbrio sobre fitas amarradas em árvores) e daí, a necessidade de vivermos em 

Perguntei à alguns homens e mulheres: "O que acha de um mundo sem homens?". Eis as respostas:

●"Um mundo com mais companheirismo entre as mulheres, menos competição e valorização de si mesmas pelo próprio feminino... Porém, não seria o mundo ideal, pois o ideal são os gêneros diferentes estão em equilíbrio". [Mulher]

●"Como também sou homem, creio que a minha existência seria reprimida e jamais iria existir alguém como eu para uma mulher amar e ser amada, sendo assim seria uma vida vazia para ela e sempre iria estar sentindo a falta de algo, eu!". [Homem]

●"Acho que fica menos plural, menos cortês e elegante. Menos romântico e atraente. Com menos gente, menos cor e diversidade". [Mulher]

●"Mesmo com os avanços contemporâneos em que dispomos do incremento das máquinas e a tecnologia da internet das coisas, acredito não ser inteligente um mundo sem homens, da mesma maneira, sem mulheres. Cada qual exercendo seu papel complementa associando ao outro nas missões que lhes cabem. Acredito ainda, que resta equilibrar com serenidade as relações afim de encontrarmos um estado maior de vibrações possíveis à melhor relação dos seres como pessoas, para um salto ao mundo moral necessário à caminho da luz [...] Um mundo onde pessoas se amem sem rótulos ou diferenças. Para isso precisamos de mulheres e homens". [Homen]

●"Acredito  em uma sociedade sem gêneros - permeadas por valores como : caráter (integridade) física, mental e espiritual. Não há espaço para gênero". [Homen]

●"Inviável". [Homem]

●"Seria um mundo que logo se tornaria sem perspectivas e sem graça alguma, pois  a mulher não conseguiria viver sem ter os momentos de alegrias que nós homens companheiros proporcionamos, tanto no  lado  pessoal e profissional e também não teriam as dores de cabeças que alguns homens causam. Enfim, homens e mulheres se completam". [Homem]

●"Na verdade, nunca pensei sobre isso.. talvez pq imagino um mundo onde todos podemos ser quem quisermos; onde homens e mulheres possam viver e conviver com suas diferenças, sem que isso seja um problema". [Mulher]

●"Seria desestimulante. Saber que não poderia ter os olhos que nos admira, o sorriso que nos encanta e os abraços que nos conforta, daria um certo tédio. Sobreviver, com certeza, conseguiríamos, mas que graça teria ter tudo, sem ter um parceiro, um irmão, um tio, um pai...". [Mulher]

Estas respostas, me levaram a uma unidade nas reflexões: pessoas que não se conhecem ou não têm convivência, sao de gêneros diferentes e desejam um mundo equilibrado, pois temos sede de caminhar ao lado, não atrás ou à frente. Não um mundo igual, mas com disponibilidade para ressignificar as diferenças. É, falta agora assumirmos isto e não alimentar uma autosuficiência que não se sustenta de maneira saudável. Queremos pessoas do bem e para o bem. Homem ou mulher, que sejam humanos, enfim! Pois a questão não parece ser o gênero em si, mas as escolhas que fazemos, todos nós. O que você anda escolhendo defender por aí? [Esta reflexão é profunda, e não pretendo encerrá-lá por aqui, apenas te convido a refletir, se você se permitir].

PS: Agradecimento especial ao amigo que me inspirou o  texto, ao parceiro que tem compartilhado a vida comigo e às pessoas que se dispuseram a parar um pouco a vida corrida, pensar e escrever sobre o assunto solicitado. Ah! E feliz vida às mulheres! Lembrando que o futuro é unisex. 

Leia Mais

O sucesso está em você!


No domingo, 05 de março - em comemoração ao dia internacional da mulher - participei de um evento com "elas" e eles também (homens, compareçam aos eventos femininos, pois vocês ganham informações sobre o nosso universo. Olha que maravilha!

No evento Ame-se, idealizado pela equipe  @mulheresempreendedoraspb mostrei - através de uma palestra - que #osucessoestaemvoce. Apesar de estar inserido num contexto social que inclui bens materiais e status, precisa ser sentido, não apenas idealizado ou comprado; porque sentir nos movimenta, nos impulsiona.


Albert Einstein dizia que todos nós somos gênios, mas se julgarmos um peixe pela sua habilidade em subir em árvores, ele passará a vida inteira, acreditando ser incapaz. Conosco, não é muito diferente.

● Veja aqui, alguns trechos da palestra:

É sempre uma experiência incrível - através da minha fala - comunicar e alcançar pessoas. Porque eu acredito num mundo onde peixes não serão forçados à subir em árvores e seres humanos reconhecerão o sucesso dentro de si, antes de qualquer outra atitude. Eu acredito num mundo onde as conexões impulsionam e transformam!

Grata pela experiência #Amepb - Associação de Mulheres Empreendedoras da Paraíba!

Mayara Almeida
Psicóloga - CRP 13/5938

Leia Mais

Desafio Diário - JOGO


O jogo #desafiodiário foi desenvolvido para conhecimento e integração pessoal de criancas - a partir dos 6 anos - adolescentes e adultos.

| Um jogo para inspirar os seus dias. 21 desafios e sua jornada noutro ritmo! |

▫Este período de 21 dias é adequado para quem deseja mudar ou aperfeiçoar comportamentos. 
▫Não há sequência para o uso, porém algumas sugestões. 
▫Os desafios podem ser realizados quantas vezes desejar e não tem contra-indicações.
▫ É possível usar individualmente, em grupo e ainda com clientes/pacientes, como forma de estimular a mudança de comportamentos.

▶ Opção 1: envio via CORREIO
Cada kit contém a instrução + 20 cards com desafios propostos + 1 para você escrever e realizar + uma canetinha.

▶ Opção 2: envio por EMAIL
O arquivo com 21 cards será enviado em PDF, contendo as instruções e pronto para imprimir, no tipo de papel que desejar. 

Adquira o seu: entre em contato através do email: mayarapsicologia@hotmail.com


Depoimentos de quem está utilizando:

💭 Mais do que reviver o delicioso tempo em que jogava bola de gude com meus irmãos e crianças da rua, resolvi apresentar a brincadeira à minha prima de seis anos. Ela adorou! Em meio à tanta tecnologia então... Diversão maior ainda.
Gratidão, Desafio Diário, pela ajuda em exercer esses pequenos prazeres da vida, mas que se tornam grandes, diante do que nos pode proporcionar".

Leia Mais


 

Psicóloga Mayara Almeida © Copyright - 2012. Todos os direitos reservados. Layout criado por Web Layouts