24 de fev de 2017

"O que as crianças querem de você" *

Compartilhe

A criança se expressa de diferentes maneiras e todas elas fazem parte de um percurso em busca da comunicação. Durante a brincadeira, expressões ouvidas e inventadas colorem as tentativas de expressar um incômodo ou descoberta. Há quem compreenda, há quem se afete e reaja com estranheza.

Existe uma força no discurso dos pais que a criança pode acolher e, à duras penas, comprovar que os pais estão certos. É importante saber então que, para a criança, você - adulto - está sempre certo. Então, que certezas está oferecendo à sua criança?


* O que as crianças querem de você

Não me mime
Eu sei muito bem que não posso ter tudo o que eu peço - mas eu quero provar meus limites.
Não me trate como se eu fosse menor do que eu realmente sou
Se você fizer isso, você me impede de virar um adulto auto-confiante

Eu vou prestar muito mais atenção nas suas palavras se você falar comigo com calma e olhando nos meus olhos.
Não faça uso de violência comigo
Com seu exemplo, eu posso aprender que com violência se consegue o que quer
Não se espante demais se eu disser: “Eu te odeio!”
Eu não te odeio, mas sua autoridade sobre mim está estragando meus planos
Não me proteja exageradamente de consequências desagradáveis
No final das contas, eu aprendo encarando minhas experiências e as consequências dos meus atos

Às vezes eu só quero chamar um pouco da sua atenção, fale para mim que não está certo e seja você mesmo um exemplo de bom comportamento.
Não reclame e resmungue o tempo todo comigo
Para minha auto-proteção, vou me fingir de surdo quando você falar demais
Não faça promessas impossíveis de serem cumpridas
Lembre-se que quando promessas são quebradas eu me sinto traído e desamparado

Não diga que meus medos são bobos
Eles são verdadeiros para mim, e você pode me ajudar se você tentar compreendê-los.
Não tente se mostrar como uma pessoa sem defeitos e que não erra nunca
O choque será grande demais quando eu descobrir que você também tem muitas falhas

Não faça muito caso dos meus machucadinhos
Se você der muita importância para eles, vou aprender a procurar ganhos e desculpas na doença
Não se considere superior demais para de desculpar comigo
Talvez você se surpreenda com isso, mas uma desculpa sincera desperta em mim compaixão e afeto

Tradução livre do texto Kinderwünsche de A. Lücke

Nenhum comentário :

Postar um comentário