5 de jun de 2015

Em quê eu acredito mesmo?

Compartilhe

Os pensamentos tem função determinante em nossa vida, pois é a partir deles que iniciamos a costura dos nossos afetos positivos ou negativos. É também na imaginação que surgem os nossos projetos, as nossas decisões. O que pensamos e acreditamos, contribui, e muito, para nos tornarmos quem somos. Assim, mudar depende - em parcela significativa - da nossa mudança interna, da identificação daquilo que acreditamos proundamente e tantas vezes, inconscietemente.

Leia as afirmações abaixo com atenção, e identifique se alguma delas ocupa as suas ideias:

1. Eu não sou boa (ou estudiosa, bonita, magra, jovem, inteligente);

2. Só serei feliz quando ele mudar;

3. Se eu fizer tudo o que os outros desejam, não serei rejeitada;

4. Se eu ganhar uma promoção no trabalho serei respeitada;

5. Não consigo ser feliz sozinha;

6. Seu tivesse me formado seria mais feliz;

7. Eu sempre tenho que lutar pelas minhas coisas, enquanto outros têm tudo mais fácil.


Reflita, com calma sobre cada um dos questionamentos e permita-se acreditar que sim: a sua vida pode ser diferente e para melhor.

Psicóloga Mayara Almeida
mayarapsicologia@hotmail.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário