2 de jun de 2015

Carpe Diem: A arte de se presentear com um tempo.

Compartilhe
(Texto publicado, originalmente, na Revista Fashion News - maio/2015)

Geralmente não pensamos no valor do tempo a não ser quando ele está em falta - ainda assim, quando há tempo disponível, nos sentimos estranhos, com tédio, sem saber o que fazer com as horas livres que nos convidam a escolher. Nessas situações, muitas vezes, escolhemos fazer qualquer coisa, sem refletir se, de fato, será agradável para nós. Algo que é tão valioso - pois é através dele que fazemos uso da nossa energia diária - não é de se deixar sem proveito. De tempos em tempos, recomendo esse presente: um tempo só para você. Para manter seu equilíbrio e energia. Para recarregar as ideias, para estar consigo mesma, para viver o momento, para inspirar-se. Estes momentos de retiro pessoal são extremamente importantes para reconhecer as verdadeiras prioridades em sua vida.
Mas como fazer? Como usar o tempo a seu favor? Não há uma regra, deve ser algo que faça sentido para você. Algo sob medida para seu momento e suas necessidades. Comece pelo seu “por que”. Por que você quer realizar essa atividade? Qual é o significado dela para você?
Posso citar alguns exemplos:
- Criar um momento de cuidados pessoais prazerosos: um escalda-pés, banho à luz de velas, automassagem ou até marcar uma massagem num local adequado.
- Algumas horas de silêncio ou de leitura agradável.
 - Passear na praia e colocar os pés na areia.
- Ir para uma cafeteria e aproveitar o momento lendo um belo livro ou na companhia de um caderninho para anotar ideias.
- Escutar uma música de olhos fechados.
- Fazer um mural de inspirações, com temas que lhe motivam.
- Praticar momentos de meditação, da maneira que mais se adequar ao seu jeito de ser.
- Cantar ou dançar, elevando sua energia e bem estar.
- Contar com apoio de profissionais de saúde (psicoterapia) para lhe orientar e ampliar seu crescimento.

Na verdade - e que bom - há muitas opções para você se dar um tempo e, a maioria delas, só precisa de você, sua presença e o tempo que você vai se permitir aproveitar. A partir daí, podem até surgir importantes insights, pois você está mais presente, distante do foco excessivo no externo e conectada com o mundo interno. Se desejarmos soluções diferentes, precisamos agir diferente. Deixar fluir, deixar ser fácil. Permitir-se.

Psicóloga Mayara Almeida
mayarapsicologia@hotmail.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário