12 de abr de 2015

Daquilo que ouço e faz eco em mim...

Compartilhe



Numa conversa daquelas que dificilmente deixam de acontecer porque a pessoa que está ao seu lado no ônibus adora conversar, um senhor com mais ou menos 55 anos relata:

- Eu fui na casa da minha tia e quando eu voltei me ligaram dizendo que ela tinha morrido. Mas ela não tava com cara de morrer não. 

Fiquei pensando se a gente sinaliza de alguma forma a morte e o morrer.

- Você acha o que?

- Eu não sei moço. Realmente não sei dizer.

Nenhum comentário :

Postar um comentário