12 de dez de 2014

Comprar, comprar e... O que eu busco com isto?

Compartilhe

Comprar. Hoje em dia, há um prazer enorme nisto. As facilidades que geralmente encontramos: cartões de crédito, promoções, encantam quem estimula-se com compras. Mas é possível não render-se a tudo isto?



Comecemos pensando sobre alguns fatos: já comprou algo que não usou? Ou comprou por impulsividade e nem lembrava mais que tinha? Ou comprou algo que não lhe cabe corporalmente? Ou ainda, comprou e arrependeu-se da atitude, sentindo-se angustiado pelo fato, esperando a fatura chegar com medo do valor registrado? A questão não é querer estar/sentir-se bem ou confortável, mas não conseguir reconhecer os limites que existem entre comprar o que precisa e evitar o desnecessário... E o objeto que poderia preencher, acaba tornando-se um novo vazio, satisfação passageira.

Reflita: o que você deseja conseguir quando compra? Talvez esta resposta ajude no verdadeiro encontro com a realidade e a possibilidade de preenchimento.

Nenhum comentário :

Postar um comentário