31 de out de 2014

Sete "pecados" mentais (capitais)

Compartilhe


* Preguiça
A preguiça é uma importante causa do alcoolismo e das toxicomanias. O preguiçoso quer sensações? Então basta enbreaguar-se em alguma droga. É bem mais fácil do que esforçar-se para entender a realidade. Posição de vítima, zanga-se facilmente, achando que o mundo existe apenas para servi-lo. Terreno fértil para as doenças mentais: não pensando, a pessoa perde o sentido da realidade, torna-se imatura, rancorosa e acusadora. Vive na fantasia. Frigidez ou desinteresse na vida sexual. No amor, não quer relacionamentos que lhe deem trabalho. Preguiça de viver a própria vida. 

* Ira
Uma agressividade exagerada arruina os relacionamentos. Qualquer coisinha gera, de início, rancor. Difícil afeição que prospere. O mundo torna-se detestável e extremamente perigoso. A personalidade agressiva enxerga tudo por uma lente de aumento. Essa é uma das importantes causas da paranóia e da mania de perseguição. Possuído pelo pessimismo e pelo medo, muitas vezes vai morar na fantasia. A tentação de resolver tudo, não pela habilidade e compreensão, mas pela força bruta, no peito e na marra.

* Gula
Por gula a psicanálise entende uma tentação à comilança, em todos os sentidos do termo. Inclui a comida, o aspecto intelectual, a afetividade; a vida sexual e financeira. O problema da gula é que ela proporciona um permanente estado de frustração. Isso se manifesta também com relação ao apetite de conhecimento. Não lê livros. Devora-os. Num primeiro momento, provoca o impulso para a bisbilhotagem, para a espionagem. Ainda, uma sexualidade gulosa vai gerar a ninfomania nas mulheres e a sexomania nos homens. 

* Avareza
A pessoa está sempre fissurada no mesquinho, no detalhe, no irrelevante, no banal. Ligam-se desesperadamente em dinheiro. Usa as emoções a conta-gotas, como se elas fossem acabar. Várias depressões ou manias de perse­guição são causadas pela avareza.

* Inveja
A inveja é considerada pela psicanálise uma das principais causas de todas as doenças mentais. No entanto, a inveja tem limites, além dos quais ela arruina a vida de qualquer um. Isso porque a inveja desperta, a todo momento, os piores sentimentos. Existem apenas competidores, em uma luta de vida e morte, da qual só poderá sair um único vencedor. Cada conquista na vida de seus pares e parceiros é uma tortura.

* Orgulho
Uma certa dose de narcisismo, vaidade e orgulho faz parte da natureza humana e é saudável. Contudo, orgulho em excesso gera, uma vaidade doentia, uma das principais causas da insegurança e da timidez. Além de tudo o mais, o orgulho em demasia gera um estado de arrogância, de não poder reconhecer os erros. Tudo se torna motivo para que a pessoa se sinta humilhada.

* Luxúria
Várias são as causas que podem levar a uma supervalorização do sexo, ou seja, à luxúria. No fundo, são pessoas inseguras e não amam o sexo tanto quanto dizem. Estão apenas viciadas na ilusão de entrega que ele provoca.

Nenhum comentário :

Postar um comentário