23 de mar de 2014

Avaliação Psicológica

Compartilhe


Quais os benefícios que a avaliação psicológica traz às pessoas?
1. Diagnostico: procurar esclarecer qual a natureza ou o tipo de problemas psicológicos que afeta o paciente, confirmando ou não certas hipóteses diagnósticas (por exemplo, fobia social, perturbação de ansiedade, alterações da personalidade, etc.);

2. Avaliar incapacidades: aqui procura-se determinar qual o grau e a natureza de certas incapacidades psicológicas (a nível da memória, da concentração, da psicomotricidade, etc.) e qual a influência dessas incapacidades no desempenho de atividades pessoais e profissionais;

3.Avaliação neuropsicológica: aqui procura-se despistar o aparecimento e desenvolvimento de perturbações do foro neurológico (demências de tipo Alzheimer, epilepsia, etc.), utilizando testes de desempenho cognitivo enquanto método auxiliar de diagnóstico;

4. Orientação vocacional e profissional: tem por objetivo investigar os interesses, aptidões e características de personalidade do consultante, visando proporcionar-lhe condições para a escolha de uma profissão. Hoje também, a orientação profissional se aplica aos graduados que estejam com dúvidas em relação às áreas a serem seguidas dentro do seu curso de graduação, como por exemplo, a escolha de uma pós-graduação ou carreira profissional.
Qual é a importância para uma empresa em fazer avaliação psicológica?
A avaliação psicológica é importante porque faz uma análise detalhada, objetiva e fidedigna da realidade psicológica de uma determinada pessoa, sem exigir um acompanhamento muito prolongado. O relatório que descreve e sintetiza a avaliação psicológica é uma ferramenta útil para gestores tomarem decisões e escolherem as pessoas certas para os lugares certos.
Como é realizada a avaliação psicológica?
Em primeiro lugar é realizada a entrevista para o levantamento de dados, na qual o psicólogo estabelece com o cliente uma relação facilitadora da expressão emocional e da problemática que o afeta, independentemente da sua natureza.
Em segundo lugar, podem ser realizados provas e testes psicológicos (psicométricos e projetivos), que são instrumentos validados estatisticamente e aceitos internacionalmente e que fornecem medidas objetivas e padronizadas de funções psicológicas (memória, atenção, inteligência, emoção, etc.).
Na terceira etapa é realizada a análise e a interpretação de resultados das provas psicológicas realizadas, onde o psicólogo responsável pelo processo estabelece o relatório.
Por fim, é feita a entrevista de devolução e entregue o relatório que contém um resumo das observações feitas e os resultados dos testes realizados, bem como uma orientação para a resolução das dificuldades que o cliente apresentou (encaminhamento para consulta especializada de neurologia, psiquiatria ou psicoterapia; obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH); seleção de empresas, etc.).

Nenhum comentário :

Postar um comentário