25 de nov de 2011

Sempre C.F.A...

Compartilhe

[...] a nossa diferença fundamental é que você era capaz apenas de viver as superfícies, enquanto eu era capaz de ir ao mais fundo, de não sentir medo desse mais fundo [...] você cresceu em mim dum jeito completamente insuspeitado [...] eu compreendi a tempo que você precisava de muito espaço [...] e a culpa é única e exclusivamente sua [...] Eu preciso de muito silêncio e de muita concentração para dizer todas as coisas que eu tinha pra te dizer...
Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário :

Postar um comentário