24 de out de 2011

Compartilhe








Revisar o que eu mesma escrevi. Ahhh, terrível. Às vezes, não é mais o que eu queria ter dito ou escrito, pelo menos não da mesma forma. Então rejeito o meu próprio texto. Tadinho, nem pediu pra existir e já existe com hora e data pra partir. Alguns textos me escrevem. Sim, exatamente assim: sem saber ao certo aonde vão chegar, as palavras ganham forma e dão forma ao texto que eu não decidi registrar.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário