9 de out de 2011

Compartilhe






Deixa que eu sofra agora.
Qualquer hora nasce uma pérola em mim.
Como uma ostra.
[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário