11 de set de 2011

Para um moço habilidoso...

Compartilhe

Você mesmo. Isso é um protesto.
Gostaria de saber com que permissão roubaste o que de mim faz parte:
o meu coração.
Ah, foi simplesmente porque quis?
És mesmo muito habilidoso, pois só agora eu percebi.
Mas isso de levar o que não te pertence é um erro, em nada vai te acrescentar.
Ah, você tem uma coleção?
Pois saiba que dela não quero participar.
É sim, você roubou meu coração, e para isso, não há desculpa, apenas culpa.
E a culpa é sua, toda sua.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário