23 de set de 2011

Bilhete.

Compartilhe

Acredite, não é por ele, é por mim. Sou eu quem te faz continuar. Não confunda as coisas. Você diz que é por ele que respira, mas é minha essa responsabilidade. Já se perguntou se ele quer viver com isso? Ele nem sabe disso. Reaja, acorde e calmamente, continue respirando.

Com carinho,
Oxigênio.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário