9 de fev de 2011

Eterno retornar.

Compartilhe


Escrever, me faz acreditar em coisas boas. Apesar de ser tudo o contrário do que é para mim, quando escrevo. Escrever me faz desejar um tempo novo. Apesar de não ser possível fazê-lo sozinho e sempre me canso no caminho, por querer continuar. Escrever me faz pensar que eu quase voou, e vou ao céu se eu quiser alcançar o algodão que tem gosto de ar. Escrever é quase sempre o que me dá vontade de fazer quando eu não sei o que falar (e escrevendo falo). Escrever é uma forma pessoal de calar (a voz de fora). E calando pra fora, escrevo num blog e deixo todo o mundo saber, vai entender. Escrever é um carinho no ego, seja ele, alegre ou sofrido, é sempre um delicado acreditar. Escrever é não conseguir parar e ainda assim, parar, porque deu vontade, faltou coragem e acabou a mensagem que eu queria passar. Mas depois eu volto, porque escrever é um eterno retornar.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário