2 de dez de 2010

De mim.

Compartilhe

Sou pessoa-palavra, que muda, transforma, informa, tem forma, mas não tem fim.
Sou o inacabado, a falta, que falta, interminável, assim, enfim. Sem fim.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário