9 de fev de 2012

Tudo que escrevo é pra eu mesma acreditar...

Compartilhe



Você não existe.
Te criei pra mim, por um tempo bom, enfim.
Você não existe.
Teus passos não marcam a areia ao meu lado e tua sombra é invisível,
eu não a vejo.
Então você não existe.
Como posso te contar o que eu penso, se não te vejo, só te desejo?
Tua resposta passa pelo mesmo canal da pergunta, o meu pensamento.
E se, talvez, quem sabe...
Eu sei, você não existe.
Tudo que escrevo é pra eu mesma acreditar.
Pra ver se vendo e lendo, eu acredito.
Você não existe.
Então não me despeço, não é preciso.
Somente registro que você não existe em minha vida.
Não mais.
Até que um dia, de novo, o desejo insista.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário