17 de jan de 2012

São tão fáceis...

Compartilhe

Sorrisos e palavras. Abraços. São tão fáceis. Desde que sejam sinceros e retornáveis.
Não importa o que você fez até agora. Entendeu? Não importa. Cansei dos meus disfarces. Quero mais é esquecer as horas. E viver isso agora. Como eu te amei e ainda (amo)! Qualquer tempo a mais, é mesmo uma eternidade para quem precisa esperar. E pior é para quem não deve esperar e ainda assim, espera: Eu.

Ouvindo Ivete Sangalo e Back Street boys! (Bem novinha, rsrsrs).

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário