20 de nov de 2011

Sinceridade de criança.

Compartilhe

Uma amiga conversou com sua cunhada de 5 anos, um diálogo objetivo que descrevo abaixo:
“- Sabe quantos anos estou fazendo?
- Quantos?
- 24.
- Então você tá perto de morrer?”

Achei interessante a sensibilidade que me parece estar aguçada na criança. E atenta ao que poderá surgiu, se antecipou, sem rodeios e fez uma pergunta inusitada, que só mesmo as crianças conseguem, porque guardam em sua constituição uma linguagem sincera que deveria sempre, ser preservada.

Que a minha sinceridade permaneça.
Que a sua sinceridade não se vá.
E se algum de nós a perder, que juntos possamos encontrar.

[Mayara Almeida]


Nenhum comentário :

Postar um comentário