25 de ago de 2011

Compartilhe



Antes de qualquer ação, tem o meu olhar, retrato falado que faço sem mesmo decidir que sim. E você se me vê, também faz o seu, e é pra valer. Pra valer um doce ou quem sabe um encontro no fim de semana que vai chegar. Ah vai chegar, se você não vier logo, alguém vai se aproximar e me manter ocupada de um jeito que eu quero. É, eu quero. Quero que o tempo passe devagar mesmo, pra dar tempo aproveitar todos os detalhes de mim e descobrir o que ainda me anima. Animo o meu ser com essa brincadeira aqui, e você? Ah, você nem sabe de mim. Mi – Fa – Sol – La – Si – Do que mais você precisa pra deixar de usar as mesmas notas musicais que repetem o som de desistência na nossa história? E o retrato falado, só por mim comentado, ainda resiste em algum canto aqui, ainda que não decida que sim.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário