13 de jul de 2011

Só pra me lembrar que sim...

Compartilhe


Eu não sou mais você. Não totalmente, não exatamente, e talvez isso seja bom. Mudar, faz parte do ciclo natural da vida. Entretanto, algumas vezes, ao me olhar no espelho, te vejo, e ao mesmo tempo não sou mais você, agora sou eu. Veja que situação: não sou você e tampouco sou toda eu. Ainda rio, como você também fazia e tão bem. Mas hoje eu também canso, algo que você nem conhecia. O mundo agora é diferente de quando eu era você. Mas não é ruim não; tem alguns momentos “roda gigante”, desses que você tem medo, mas vai, tem que ir. E outros momentos praia e sol, descanso e beleza, os melhores. Acredite, nunca te deixei partir completamente: lembra como você adorava escrever? Fiz um curso onde as palavras são o instrumento da minha profissão. Isso é ser eu, e continuar sendo você. E me orgulho por isso, mudar sem perder a essência, seguir com permanência. Sim, você foi uma boa pessoa, e hoje, eu sou.
Da menina que um dia fui, da mulher que hoje sou, e do ser humano que ainda acredita que o melhor sempre é possível.
[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário