20 de mar de 2011

Compartilhe







Esse texto é para falar de coisas boas. Para te lembrar que não precisa ter medo, que pode tentar, seguir, investir. Falar com você me alegra e eu gosto de estar assim. É sincero o que eu digo aqui, então acredite em mim. E seja você, sempre, que o pior (melhor) que pode acontecer é tudo dar certo e nos entendermos bem. É, além de falar ainda escrevo, sabe Deus por que sou assim. Acho que é para coseguir atingir todos os espaços humanos, quem não me vê, me lê, e quem tem realmente coragem, ganha os dois. Isso mesmo, coragem, porque não sou maçã caída no chão, sou fruta do alto, e é preciso subir para me conquistar. Eu vou dizer se tiver difícil, se tiver acabado, não tenho vocação para brincar de sentir. E isso deveria ser bom para o mundo, mas assusta as pessoas, e você no meio delas. Então te peço, não seja igual, porque você não é. E se estiver preparado, venha, volte; às vezes pensamos que o outro não sente e ficamos afastados, errando em silêncio. Eu sinto também, já disse e escrevo. Não dá para ter dúvidas, a não ser aquelas que nós dois criaremos no nosso futuro. Relaxa, respira, eu também tô tentando esse mantra, que você me ajudou a descobrir. Põe teu coração ao alcance, ao meu alcance.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário