13 de fev de 2011

Compartilhe




Também gostaria que fosse fácil esse desprendimento, assim como é fácil teorizar e atrair uma platéia para ouvir o que tenho pra falar. Estudei muito, ainda estudo e para certas coisas concluo que não há conclusão única, mas uma forte distorção que é dada pela minha capacidade eficaz de pensar diferente do outro e até mesmo não pensar sobre o outro. Individualidade e egoísmo, irmãos gêmeos de uma família qualquer que, se instalados em um coração, dão um trabalho que move um corpo inteiro para consertar; um corpo e uma mente. Mas se a mente está ocupada com outra opção, o corpo não consegue fazer um bom trabalho, e fica instalando soluções pela metade, metade corpo. E a metade mente? A outra metade mente, um engodo no coração, que de tanto querer uma tal realização, se contenta com qualquer pouco que lhe dão. Também gostaria que fosse fácil esse desprendimento, mas é processo, e por vezes desastre, constraste com a com verdadeira solução.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário