29 de dez de 2010

Aos cuidados de 2011.

Compartilhe
Querido ano novo, com a sua chegada, quero ter mais gentileza com os meus sentimentos, com todos eles, sem exceção. Quero ter mais habilidade para ouvir o que têm pra me contar, sem tentar impedir os assuntos que podem me trazer desconforto; quero trocar a crítica pelo respeito e me encantar mais vezes. Com você quero aprender a desenhar coisas bonitas no mundo e colorir a minha vida com os tons mais alegres. Com você, quero me sentir feliz por encontrar descanso e contentamento no meu próprio coração: 2011, a sua chegada é sol, e eu quero viver esse brilho.
Querido ano novo, espero de você mais afeto, mais segurança, mais vontade e menos comodidade. Espero que você faça valer os dias que te acompanham e me faz te amar: porque você traz esperança; olhar pra você e para os seus dias se aproximando, me faz acreditar que posso continuar.
Eu tinha medo dessa história de fazer um pedido e se realizar, medo, porque temia comprovar a verdade. Mas aconteceu. Seu amigo 2010, brincou comigo, trouxe insegurança, medo, dúvida, em meio a doses homeopáticas de felicidade.
Eu queria dizer pra você ir embora, não chegar, ficar distante da confusão que eu vou trazer para os seus dias. Mas eu não posso, na verdade, não é possível. Agora o que me resta é a esperança que você traz. Por favor, coloca um outdoors brilhantes, todos os dias na minha janela pra não me deixar esquecer que é você que eu vivo. Num só laço: eu você e o futuro.
E como estão dizendo por aí, “querido ano 2011, desejo que você humilhe 2010”.
[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário