25 de mar de 2016

Para você que deseja escolher ou já escolheu a psicologia

Compartilhe

Tenho recebido cotidianamente, mensagens ou comentários de estudantes do curso de psicologia e ensino médio, desejosos em cursar, mas desmotivados ou em dúvida sobre o futuro da profissão. Ainda, profissionais que mesmo atuantes, enxergam-se num caminho difícil quanto à prática.

Sempre dizem que a universidade não ensina tudo e por isso, muitos profissionais não conseguem prosperar. Mas e quanto àqueles que conseguem? Na verdade e, de fato, é impossível que a universidade apresente tudo num contexto individual, pois há especificidades que só aprenderemos ou descobriremos a partir da prática, onde entendemos, registramos e absorvemos. 

Ao profissional de psicologia já atuante ou iniciante: Estamos há algum tempo numa era digital, onde muito conhecimento está disponibilizado em diversas plataformas na internet. Sendo assim, compartilhe o conhecimento que está aprendendo, seja nas aulas, em eventos ou mesmo seus insights profissionais, em sua plataforma social. E lembre-se de viver sua atuação com leveza e tranquilidade. Somos humanos antes de tudo e não é possível salvar o mundo. Permita-se limites também. 

Ao estudante: Controle a tendência de querer planejar tudo: monografia, clínica ou outra atuação escolhida, antes mesmo de ter estudado com propriedade os assuntos básicos que são pré-requisitos para um entendimento adequado seja de qual área for. É preciso vivenciar as etapas, inteiramente e , então, absorver o melhor de cada uma delas.

Aos dois grupos

· Não se cobre em relação a ficar rico com a psicologia. Não estou dizendo que não é possível, apenas que cada um tem seu tempo e estratégias para despertar sobre a importância do valor monetário dentro da atuação que escolheu – e todos estão absolutamente dentro da normalidade. Além disto, sou completamente a favor de fazer algo por vontade e, assim, torna-se muito mais fácil atuar de forma a ser notado e, consequentemente, obter lucro financeiro com isto e de forma ética.

· Tenha a certeza que você pode construir a sua própria maneira de levar a profissão, pois ela é única, é a sua atuação, não a de algum teórico. O nosso principal instrumento de trabalho é a nossa própria personalidade, portanto, a sugestão principal, para todo aquele que deseja atuar na psicologia: faça terapia e cuide de você para que seja possível participar saudavelmente da transformação daqueles que te procuram.

Mayara Almeida
Psicóloga - CRP 13/5938

Nenhum comentário :

Postar um comentário