1 de mai de 2013

Compartilhe



O amor é nada prático. Impraticável não. Apenas dá um trabalhinho danado e requer delicadezas insistentes. Amor é aquela sensação que sentimos quando estamos no escuro e alguém acende a luz: ilumina. E toda luz, irradia. E toda irradiação, pode ser intensa demais. O protetor solar do amor é  o respeito, se não há, pronto: câncer no sentimento. Cansa o sentimento não ser preenchido de afetos retornáveis.

Um comentário :

  1. O amor precisa ser prático, e é. Nós é que não somos. Pincelamos os sentimentos com máscaras que eles não têm. E isso nos deixa confusos, aflitos, perdidos nos caminhos. Cansa, porque idealizamos, não retratamos de forma plena o que o amor é. Mas não dá. Nossos olhos não alcançam o alcance em que o amor atinge... Somos humanos, o sentimento é divino e perfeito.

    Por isso há tanto desprendimentos e solturas ou mesmo mãos soltas. Mas com jeitinho e sensibilidade, podemos adaptarmos-nos ao amor e sermos completos para o outro, dentro das nossas fronteiras.

    Lindo texto May!

    Beijo!!

    ResponderExcluir