12 de dez de 2011

Fato.

Compartilhe

É fato. Ela anda cansada das baladas e dos envolvimentos sem sentimentos. Cansada de sorrisos limitados. Aprendeu a gostar da própria companhia e decidiu que quer um amor verdadeiro, que possa acordá-la com um abraço, que a reconheça pelo cheiro dos cabelos, pelo toque das mãos. Quer fingir uma enorme dor de cabeça, só para não ter que ir à cozinha pegar água. Quer alguém que não vá embora no dia seguinte. Ou vá, mas volte no dia depois do seguinte. Quer uma companhia que ela possa amar sem receios de que está sendo enganada. Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, a cumplicidade em dividir os segredos. Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento. Quer ir e voltar, sorrir, pouco chorar. Simplesmente amar.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário