17 de dez de 2011

Eu quero... + presença e - distância.

Compartilhe

Desconhecidos - mas somente antes do encontro. Ela, que era alguém despretensiosa para o amor, descobriu, assim, de repente: queria um amor tão claro como o céu nos dias mais lindos de sol.  Distração era coisa que não mais queria. Necessidade de amor era o que tinha. Era boa, aquela menina, mas estava exausta de tanto afeto e doçura que continha. Faltava pra quem doar. Alguém por perto. Certo do querer também.

[Mayara Almeida]


“[...] porque é certo que as pessoas estão sempre crescendo e se modificando, mas estando próximas uma vai adequando seu crescimento e a sua modificação ao crescimento e à modificação da outra; mas estando distantes, uma cresce e se modifica num sentido e outra noutro completamente diferente, distraídas que ficam da necessidade de continuarem as mesmas uma para a outra [...].
(Caio F. de Abreu)

Nenhum comentário :

Postar um comentário