7 de out de 2011

De mim...

Compartilhe


A minha vida não é um mar de rosas, mas é um mar sim... Ondas, altos e baixos. Tenhos dores, amores, gosto de flores. Já caí de bicicleta, e sem bicicleta também. Já caí na escada, no meio da rua, já caí de árvore. Já pulei janela, cerca, muro. Já briguei por coisas fúteis, depois pedi desculpas. Já amei e não fui amada, já me amaram e eu não correspondi. Já perdi a vontade, a graça, o riso, e depois achei tudo de novo. Já tive crise de risos em momentos inadequados. E por tudo isso, eu me amo, assim como sou e me dou conselhos por ser como sou. E é preciso muito amor pela gente pra seguir. Num mundo em que a falta toma conta, é tempo de se amar ainda mais. E se respeitar, porque se eu não o fizer, se eu não me tratar com respeito, eu não estarei pronta para ninguém.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário