13 de ago de 2011

Só resta ler.

Compartilhe



Eu lembro quando ouvi você dizer que me ama. Na verdade você não disse, assim, dizendo, apenas confirmou com um “eu também”. Será que isso conta? Ah, conta, mas desde esse dia, ficou menos emocionante continuar a te amar. Amor sem palavras. Mas foi isso. Não sei dizer como aconteceu na teoria, mas na prática não sinto mais o coração acelerado, sinto que “a sua confirmação” poderia ser dispensada, esquecida. E agora, eu escuto “eu te amo”, do jeito que quero, que sempre quis: de mim. E é tão bom ser assim. Mas vale dizer, quando sentir saudades de me ver, faça o que é possível, me ler.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário