11 de jun de 2011

Compartilhe

"Gastei todas as minhas mentiras na paixão. Gastei todas as minhas verdades no amor.
O que sobrou sou eu." (F. Carpinejar)

Nenhum comentário :

Postar um comentário