20 de mar de 2011

"Eu te preciso".

Compartilhe





Completamos-nos em carências, assim mesmo, à distância. Carência é sentir falta e desejar com tanta força que a memória vem e a gente fica doce, como uma sobremesa pronta para ser provada e aprovada. Carência é necessidade, precisar porque não se basta, e isso não é muito bom, porque o outro nem sempre está por perto para suprir. Mas nenhum de nós dois está brincando, isso é incrível; não combinamos, mas não conseguimos se não for assim. “É assim o nosso ciclo. Eu te preciso, perto, longe, tanto faz. Preciso saber que tu está bem, se respira, se comeu ou tomou banho [...]." (C.F.). Não temos um relacionamento, temos um distanciamento, uma possibilidade de esquecimento e sim, eu gostaria de poder mudar isso, mas é da ordem do impossível, e mesmo assim, permaneço de laços dados com você, porque me ajuda no caminho, e te ajuda a caminhar. Até que outros bem perto apareçam e cuidem com cuidado de mim aqui, e de você aí, e nos ajudem a entender que amor de longe é livro de conto de fadas, e só de perto dá pra ser personagem principal.

[Mayara Almeida]
*


"Cada um deve se perguntar o quanto de verdade é capaz de suportar."
(Nietzsche)

Nenhum comentário :

Postar um comentário