17 de fev de 2011

Agradável perturbação.

Compartilhe

Meu narcismo é um forte lutador e designa ações à mente para que ela possa escolher dentre tantos, a admiração maior. E como competir com a resolução da frustração que projetou em mim? Tudo é caminho e eu não tenho tanta força assim, só o suficiente para mim. Quem dá força é "Biotônico Fontoura" e eu não sou medicamento, muito menos imagem adequada para sua coleção. Longe também de ser perfeição, princesa dos contos de fadas ou coisa assim, mas esse incômodo que existe aí, é passividade e desconforto, que de tão forte até já sinto aqui. Vai ser bem delicado, mas há que se remexer, porque "toda paixão é íntima e privada e se perturba ao socializar-se e converter-se em amor" (Do livro Freud Explica a dois, p.40 - Alberto Goldin). E eu adoro entender o processo, se for agradável, mesmo que seja pertubador.

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário