14 de jan de 2011

Por enquanto sonho...

Compartilhe

Querida filha,

Ainda não sei como você é, embora te imagine, secretamente. Não faço a menor ideia de quando chegará, embora já te queira desde sempre. Mas, decidi me adiantar e te escrever uma carta, para te contar o nosso primeiro segredo: eu acho que encontrei o seu papai. Ele ainda não sabe dessa carta, mas também já pensou sobre você junto comigo. Veja que ótimo, você já está sendo desejada, escolhemos até seu nome: Bianca. Talvez você tenha irmãos, mas aí já é uma outra história. Nós falamos sobre você em tom de brincadeira, eu sei, mas foram brincadeiras consecutivas que levaram a uma seriedade, apesar da distância. É, seu futuro pai não está por perto agora, precisou organizar suas escolhas, inclusive se quer ter você comigo, aliás, se for com outra pessoa, não será você. Mas a gente mantém contato, por vezes foi diário, para não deixar escapar o sentimento... Há alguns dias nos afastamos e é assim. Dizem que quando é amor, nada atrapalha, mas lembre-se filha, as escolhas atrapalham sim, então é melhor procurar fazer o possível nessas situações. Nada de esperar que o tempo resolva. Se papai e mamãe estiverem juntos quando você ler esta carta, foi depois de muito querer e buscar. Provavelmente, linda como você será, vai provocar as mesmas sensações que sua mamãe aqui já provocou em muitos garotos... Ops, essa parte seu futuro pai não pode saber, embora ele saiba e vivencie.
            Bem, também quero te falar sobre os sonhos, esses desejos que você começará a ter, que iniciam simples, pequenos, depois vão crescendo, crescendo, e vão ficando grandes e fortes, assim como você também vai ficar. Cuide dos seus sonhos, e acredite neles, você poderá torná-los reais. Papai e mamãe vão te ajudar, sempre que for possível. Vamos tentar não interferir, está bem? E se tentarmos, delicadamente não deixe, eles são seus. De qualquer forma, vamos querer o seu bem. Entretanto, algumas pessoas vão discordar, desejar o contrário, e até tentar te impedir, e essas podem não querer tanto o seu bem. Alguns seres humanos são assim, tem dificuldades para sonhar e acreditar na realização dos sonhos, pessoais e dos outros. Mas tente compreender, e se for muito difícil para você, se isso te incomodar muito, não as queira por perto. Tem mais uma coisa, talvez alguns sonhos não se realizem, e isso não significa que você sonhou errado, ou que a mamãe não te falou a verdade, apenas essas coisas acontecem, ou seja, algumas coisas você deseja muito, tenta, faz, está quase lá e não dá certo. Mas não desanime filha, continue tentando da melhor forma que encontrar, não desista, desde que não deva desistir, entende?
            E se alguém tentar te provar o contrário, lembre-se de que o que importa é o que você acredita (e o que sua mãe diz, claro).

Beijos,
Mamãe e Papai (ele ainda não sabe, mas já te ama).

[Mayara Almeida]

Nenhum comentário :

Postar um comentário